O que é Síndrome de Edward?

Erro genético que consiste na trissomia do cromossomo 18. Estima-se que mais de 90% dos casos dessa síndrome resultem em abortos espontâneos e o maior número de casos ocorre com mulheres.

O sistema nervoso central é atingido. As crianças que nascem com essa anomalia gênica têm diferentes graus de retardo mental e podem ter hidrocefalias. Desenvolvem características típicas e tem baixa expectativa de vida.

Características da Síndrome de Edward

Possuem estatura média baixa;

O formato da cabeça é pequeno, alongado e estreito;

Tem pescoço curto;

Apresentam deformação no globo ocular;

Nascem com lábio leporino (fenda na região do lábio);

O crescimento da criança é lento;

Os pés são virados para fora;

O aparelho reprodutor não é desenvolvido;

A musculatura é atrofiada.

Tratamento para Síndrome de Edward

O tratamento é extremamente necessário, embora não leve à cura, pois dá à criança, com a Síndrome de Edward mais condições para viver de forma saudável. Muitas vezes, eles precisam ser acompanhados por fisioterapeutas por causa dos problemas musculares.

AAlimentação Portadores Sindrome EdwardA alimentação precisa ser rigorosamente monitorada. Uma grande parcela dos portadores da síndrome apresenta dificuldades com digestão, por isso precisar de cuidado maior com o que comem para não precisarem recorrer às sondas.

Pelo fato deles terem expectativa de vida curta, é interessante que os pais e parentes recebam apoio psicológico.

A maioria não sobrevive mais que um ano, por isso pode ser traumatizante para todos essa experiência. Eles devem ter forças para cuidar do bebê e dar toda a assistência, mesmo sabendo que não vão sobreviver.